Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PAPA LETRAS

Os comentários de uma assumida leitora compulsiva.

Os comentários de uma assumida leitora compulsiva.

PAPA LETRAS

28
Jan18

LOURENÇO MARQUES - FRANCISCO JOSÉ VIEGAS


Ana Mafalda Salvado

Desta vez, não apareceu o meu já conhecido inspector Jaime Ramos.

Em contrapartida é um livro bem nostálgico, onde nas suas páginas "percorri" Moçambique, com uma especial incidência na cidade que dá o nome à obra.

É um livro escrito com ternura e amor, em espaços que medeiam entre o antes e o depois da independência.

Tenho de voltar a conversar com o meu amigo Rui Pinto sobre a sua "pérola do Índico" ou a "cidade das acácias". E é já amanhã ao almoço, para não esfriar o entusiasmo.

27
Jan18

UM CRIME CAPITAL - FRANCISCO JOSÉ VIEGAS


Ana Mafalda Salvado

Tudo começa com um duplo crime nos jardins da Fundação de Serralves.

Ingredientes para este livro: as traições, amores antigos, poder económico e falsificação de arte.

Pelo meio, umas bem humoradas alfinetadas ao povo brasileiro, mas que nunca se tornam ofensivas, até porque são dadas com um certo e bem doseado carinho.

25
Jan18

O ESSENCIAL SOBRE OS BALLETS RUSSES EM LISBOA - MARIA JOÃO CASTRO


Ana Mafalda Salvado

De Dezembro de 1917 a Março de 1918, Serge Diaghilev e sua Companhia estiveram em Lisboa, depois de muitos sucessos e polémicas em grandes capitais europeias.

A mentalidade portuguesa no seu geral, não estava preparada para este furacão arrojado de músicas, coreografias, cenários, figurinos.

Muitos deles devem ter pensado que éramos um viveiro de bárbaros incultos, por alguns comentários que saíram em certos jornais.

Dois nomes "iluminados" que defenderam a Companhia com unhas e dentes, foram António Ferro e Almada Negreiros.

Por diversas vezes assaltou-me a ideia que tenho de rever um filme que gostei imenso - "Nijinsky".

23
Jan18

O ESSENCIAL SOBRE, CHARLES CHAPLIN - JOSÉ-AUGUSTO FRANÇA


Ana Mafalda Salvado

Um resumo muito bem conseguido sobre a vida e obra desta figura incontornãvel da 7ª Arte.

Juntamente com outros milhões, tenho uma admiração incondicional por este génio e que os americanos, naquele vergonhoso e histérico período da "caça às bruxas", cometeram com ele mais uma injustiça.

Um ser completo e multi-talentoso, que com mestria criou uma figura universal!

22
Jan18

OS LOUCOS DA RUA MAZUR - JOÃO PINTO COELHO


Ana Mafalda Salvado

Em tempos, esteAutor já me tinha brindado com o genial e imparável "Perguntem a Sarah Gross".

Fiquei de novo agarrada às páginas deste senhor!

É um livro  de temática pesada, incómodo e com descrições extremamente violentas, passado em duas épocas distintas, as quais se complementam e completam uma à outra.

Dois amigos de infância, um judeu e um cristão, são apanhados na voragem da história, choques de ideologias e em que cada um tenta explicar e redimir-se de certos acontecimentos.

18
Jan18

A HORA MAIS NEGRA - ANTHONY MCCARTEN


Ana Mafalda Salvado

Tudo começou com a apresentação do filme numa sala de cinema. Ficou-me a vontade de o ver no mesmo instante.

Enquanto aguardava pela sua data de exibição e sem resistir muito, comprei rapidamente o livro que deu origem ao filme.

Li-o com bastante agrado numa corrida contra o tempo, pois no próximo Domingo conto estar sentada na sala de cinema.

As críticas  aplaudem a soberba interpretação e caracterização de Gary Oldman.

De novo constatei que Winston Churchill, foi a figura que se impôs no momento conturbado que se viveu. Com as suas palavras e actos, conseguiu galvanizar uma Nação inteira que estava prestes a afundar-se sob o jugo e o tacão de um ditador louco.

Temperamental, irreverente, excessivo, manhoso e sobretudo um grande patriota, conseguiu o que os outros não conseguiram.

Nalgumas páginas dei comigo a rir e noutras, a comover-me com excertos de alguns discursos.

No próximo Domingo lá estarei de olhos bem atentos.

14
Jan18

UM CRIME NA EXPOSIÇÃO - FRANCISCO JOSÉ VIEGAS


Ana Mafalda Salvado

Com os investigadores da praxe, desta vez quatro "suculentos" crimes que têm lugar nos terrenos da Expo 98, muito pouco depois da inauguração do evento, em que tudo se fez para os abafar, com medo das possíveis repercussões sobretudo o estrangeiro.

O inspector Jaime Ramos com aqueles deliciosos procedimentos inconvenientes e linguagem por vezes sinceramente desbocada.

De novo, alguns detalhes nos Açores. De novo recorrente!

07
Jan18

UM CÉU DEMASIADO AZUL - FRANCISCO JOSÉ VIEGAS


Ana Mafalda Salvado

De novo um duplo crime para ser resolvido pela já minha conhecida dupla - Jaime Ramos e Filipe Madureira.

Certas páginas foram escritas com laivos de tristeza e nostalgia.

As investigações percorrem uma série de cenários - Chaves, Porto, Lisboa, Cuba, México e Açores.

E mais uma vez, com muito agrado deixei-me envolver pelas páginas deste livro.

04
Jan18

AS ÚLTIMAS TESTEMUNHAS - SVETLANA ALEXIEVICH


Ana Mafalda Salvado

Mais uma super recolha de depoimentos em que a Autora de novo brilha com a chamada "escrita polifónica".

Desta vez as entrevistas foram direcionadas àquelas então crianças, que viveram, sofreram e cresceram com todos os horrores no período conturbado da Segunda Guerra Mundial.

Os inúmeros relatos da perda de entes queridos, o pavor, as imagens horrendas que viram, os traumas por vezes não superados, o pegar em armas em vez dos brinquedos, o confronto directo com o inimigo, etc. etc.

Por diversas razões, não sendo a primeira vez que penso nisso, acho que esta senhora é um espírito muito incómodo e inconveniente no seio de certos sistemas e instituições.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D