Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PAPA LETRAS

Os comentários de uma assumida leitora compulsiva.

Os comentários de uma assumida leitora compulsiva.

PAPA LETRAS

18
Nov17

JESUSALÉM - MIA COUTO


Ana Mafalda Salvado

Um pai déspota com os filhos e os demais, atormentado de dores, recordações e muitos remorsos, que vai progressivamente enlouquecendo, até se fechar no mais completo mutismo.

Inicialmente até queria que os filhos alinhassem e partilhassem os seus constantes desvarios.

Rude de linguagem e de gestos, apenas gostava de um, embora nunca o tivesse demonstrado com palavras e actos.

Dava-se ao luxo de alterar a seu belo prazer os nomes dos que o rodeavam e ai de quem o contestasse! Choviam palavrões e pancada!

A loucura maior tinha-a com a burra Jezebel, quando a cortejava como de uma mulher se tratasse, a pontos de lhe dar flores e copulava com ela como se fosse a coisa a mais natural do Mundo, tratando dela dela com um desvelo doentio.

O livro tem os dois extremos - a violência e a poesia. Veemência e doçura!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D